Viagem pra Curitiba: PARTIU FÉRIAS!

Como é bom poder descansar e recarregar as baterias! O segundo semestre vai ser agitado, com bastante trabalho e com a chegada de um novo “serumaninho” lá em casa.

Melhor ainda é quando além de descansar a gente pode curtir o tempo com nossos amigos do coração, Izabella e João Marcos, nessa cidade que curtimos tanto, que é a capital do Paraná.

Sobre a viagem em si, posso dizer que partimos no meu horário predileto pro Rio, no ônibus que sai às 23h de Viçosa e chega na Rodoviária Novo Rio às 06h.

O lance é o horário. Por ser de noite, você dorme no ônibus, acorda em Juiz de Fora – onde o ônibus faz uma parada mais demorada – e quando percebe já está no Rio de Janeiro.

Vira e mexe você ouve alguém do Rio reclamando das obras na cidade, mas pra gente o novo túnel encurtou MUITO o trajeto da Rodoviária Novo Rio até o Aeroporto Santos Dumont.

Os 20 minutos de táxi (na viagem do final do ano passado, antes do túnel ser inaugurado) se converteram em cinco!

Com voo marcado para as 7h15, deu tempo de sobra para subirmos no avião.

E como sou um cara precavido e já havia feito o check-in pela Internet antes de sair de Viçosa, foi só chegar no guichê da Azul, entregar as malas e seguir para o portão de embarque.

Em comparação com a última viagem que fizemos pro Sul, a principal diferença é que dessa vez viemos com Melissa.

A experiência tem sido legal, apesar do trabalho típico que dá cuidar de criança quando você está em uma cidade diferente e de visita na casa de amigos.

Quero só ver como vai ser quando tivermos mais um pimpolho… :/

Na sala de embarque

2016-07-06-2

2016-07-06-3

2016-07-06-4

2016-07-06-5

2016-07-06-6

2016-07-06-7

2016-07-06-8

Izabella buscou a gente no CWB

2016-07-06-9

2016-07-06-10

2016-07-06-11

Clube de compras Sams Club. Quanta coisa barata!

2016-07-06-12

2016-07-06-13

2016-07-06-14

2016-07-06-15

2016-07-06-16

2016-07-06-17

2016-07-06-18

2016-07-06-19

2016-07-06-20
“Ai, que fofinho…” – disse Melissa ao apertar esse troço

2016-07-06-21

2016-07-06-22
Correr atrás de criança dá um trabalho…

2016-07-06-23

2016-07-06-24
Melissa insistindo com a mãe pra levar Gummi Baerchen pra casa

2016-07-06-25

2016-07-06-26

2016-07-06-27

2016-07-06-28

2016-07-06-29

2016-07-06-30

2016-07-06-31

2016-07-06-32

2016-07-06-33

2016-07-06-34

2016-07-06-35
Bela vista do apartamento da Izabella e João Marcos, de onde se pode avistar a lagoa do Jardim Botânico da cidade

Essas são só as fotos do primeiro dia. Vem mais um montão de foto por aí! 🙂

Sessão pré-casamento: Stella + Décio

Antes de falar das fotos, um detalhe importante: essa foi a primeira vez que fui para uma sessão de carro (da minha irmã, by the way). Como é prático colocar o equipamento no carro, buscar o assistente e chegar rapidinho no local da sessão! Ai, ai… Eu ralei pra tirar carteira de motorista, mas valeu a pena!

E como é bom servir um casal tão querido e animado para tirar foto. Os dois são cheios de ideias, o que facilitou muito meu trabalho. 😀

Agora é esperar o casamento.

Quando: 18/06/2016
Onde: Mata do Paraíso – Viçosa/MG

 

sem título-2

sem título-3

sem título-4

sem título-5

sem título-6

sem título-7

sem título-8

sem título-9

sem título-10

sem título-11

sem título-12

sem título-13

sem título-14

sem título-15

sem título-16

sem título-17

sem título-18

sem título-19

sem título-20

Equipamento usado

  • Lente Nikon 35mm 1.8 G ED
  • Lente Nikon 85mm 1.8 D
  • Câmera Nikon D610
  • Flash SB-900 (com gel vermelho e 1/4 CTO)
  • Tripé com sombrinha difusora
  • Disparador de flash remoto Phottix Odin

Assistente

  • Tiago Sacramento

Piquenique da Lebsack Idiomas

10 fatos sobre o piquenique nas quatro pilastras que Karin organizou com seus alunos de alemão:

  1. Karin passou o final de semana na cozinha.
  2. Teve salada de batata com linguiça.
  3. Jogamos bastante frisbee e já estamos combinando uma próxima partida.
  4. Teve competição de quem traduzia melhor frases do português para o alemão. O prêmio para a equipe vencedora? Chocolate Kinder!
  5. Os cães de rua atrapalharam e me fizeram lembrar de uma antiga ideia de comprar apito pra espantar cachorros.
  6. Teve Kaesekuchen.
  7. Usei a oportunidade para testar uma lente que comprei há poucas semanas, a AF-S Micro Nikkor 60mm f/2.8G ED. Que lente nítida! Que cores! Que microcontraste! Que autofoco rápido! E mais importante: que delícia de distância focal gostosa pra fazer retrato.
  8. Teve Apfelkuchen.
  9. Melissa e Kari (filha de uma das alunas da Karin) se divertiram bastante correndo de um lado para o outro.
  10. Sobrou comida pra caramba!

Piquenique-Lebsack-Idiomas-1

Piquenique-Lebsack-Idiomas-2

Piquenique-Lebsack-Idiomas-3

Piquenique-Lebsack-Idiomas-4

Piquenique-Lebsack-Idiomas-5

Piquenique-Lebsack-Idiomas-6

Piquenique-Lebsack-Idiomas-7

Piquenique-Lebsack-Idiomas-8

Piquenique-Lebsack-Idiomas-9

Piquenique-Lebsack-Idiomas-10

Piquenique-Lebsack-Idiomas-11

Piquenique-Lebsack-Idiomas-12

Piquenique-Lebsack-Idiomas-13

Piquenique-Lebsack-Idiomas-14

Piquenique-Lebsack-Idiomas-15

Piquenique-Lebsack-Idiomas-16

Piquenique-Lebsack-Idiomas-17

Piquenique-Lebsack-Idiomas-18

Piquenique-Lebsack-Idiomas-19

Piquenique-Lebsack-Idiomas-20

Piquenique-Lebsack-Idiomas-21

Piquenique-Lebsack-Idiomas-22

Piquenique-Lebsack-Idiomas-23

Piquenique-Lebsack-Idiomas-24

Piquenique-Lebsack-Idiomas-25

Piquenique-Lebsack-Idiomas-26

Piquenique-Lebsack-Idiomas-27

Piquenique-Lebsack-Idiomas-28

Piquenique-Lebsack-Idiomas-29

Piquenique-Lebsack-Idiomas-30

Piquenique-Lebsack-Idiomas-31

Piquenique-Lebsack-Idiomas-32

Piquenique-Lebsack-Idiomas-33

Piquenique-Lebsack-Idiomas-34

Piquenique-Lebsack-Idiomas-35

Piquenique-Lebsack-Idiomas-36

Piquenique-Lebsack-Idiomas-37

Piquenique-Lebsack-Idiomas-38

Piquenique-Lebsack-Idiomas-39

Piquenique-Lebsack-Idiomas-40

Piquenique-Lebsack-Idiomas-41

Piquenique-Lebsack-Idiomas-42

Piquenique-Lebsack-Idiomas-43

Piquenique-Lebsack-Idiomas-44

Piquenique-Lebsack-Idiomas-45

Piquenique-Lebsack-Idiomas-46

Piquenique-Lebsack-Idiomas-47

Piquenique-Lebsack-Idiomas-48

Piquenique-Lebsack-Idiomas-49

Piquenique-Lebsack-Idiomas-50

Piquenique-Lebsack-Idiomas-51

Piquenique-Lebsack-Idiomas-52

Piquenique-Lebsack-Idiomas-53

Piquenique-Lebsack-Idiomas-54

Piquenique-Lebsack-Idiomas-55

Piquenique-Lebsack-Idiomas-56

Piquenique-Lebsack-Idiomas-57

Piquenique-Lebsack-Idiomas-58

Piquenique-Lebsack-Idiomas-59

Piquenique-Lebsack-Idiomas-60

Piquenique-Lebsack-Idiomas-61

Piquenique-Lebsack-Idiomas-62

Piquenique-Lebsack-Idiomas-63

Piquenique-Lebsack-Idiomas-64

Piquenique-Lebsack-Idiomas-65

Piquenique-Lebsack-Idiomas-66

Piquenique-Lebsack-Idiomas-67

Piquenique-Lebsack-Idiomas-68

Piquenique-Lebsack-Idiomas-69

Piquenique-Lebsack-Idiomas-70

Piquenique-Lebsack-Idiomas-71

Piquenique-Lebsack-Idiomas-72

Piquenique-Lebsack-Idiomas-73

Piquenique-Lebsack-Idiomas-74

Por menos de R$10: como iluminar alianças usando luzes LED de bicicleta

Hoje de manhã eu comprei uma bike de um amigão meu que está voltando pra Espanha, o Aitor.

De brinde ele me deu duas luzinhas de bicicleta com revestimento de silicone, dessas de segurança, para que os outros veículos vejam sua bicicleta quando você estiver circulando à noite.

Desde a primeira vez que havia visto Aitor com as luzinhas me veio o seguinte pensamento à mente: “Aí está a fonte de luz ideal para iluminar umas alianças e brincos”!

Vamos aos motivos:

  • São pequenas, leves e funcionam à bateria. É mais rápido ajeitar um trocinho desses do que tirar um flash da mochila.
  • São feitas de silicone bem elástico, o que permite usá-las presas a praticamente qualquer coisa, como celulares, caixa de fósforos, etc.
  • Fornecem luz suficiente para fazer fotos mesmo em lugares bem escuros.

Bom, apesar de hoje ser sábado, eu não tinha nenhum casamento para fotografar e por conta disso resolvi testar a ideia em casa mesmo.

Veja as três fotos que mais gostei:

Alianças iluminadas contra luz vermelha, sobre a parte de cima do Macbook fechado
60mm, ISO 1600, f/5.6, 1/80
Alianças iluminadas por luzes LED de bicicleta, em cima de uma cômoda de madeira
60mm, ISO 1600, f/5.6, 1/80
Alianças sobre madeira
60mm, ISO 1600, f/5.6, 1/80

Como você pode imaginar, uma das luzes emite luz branca, enquanto a outra, vermelha. Apesar de cada luz possuir duas lâmpadaszinhas distintas, os feixes se encontram em um só, dependendo da distância de incidência. Isso evita sombras duplicadas, coisa que odeio!

Nas três fotos acima o esquema de iluminação foi mais ou menos o mesmo: eu usei a luz vermelha como luz de contorno/fundo, enquanto a branca foi usada como luz principal, um pouco mais afastada, só para dar um brilhinho de reflexo nas alianças.

Para as próximas brincadeiras, já planejo experimentar com gels de cores diferentes, difundir a luz com papel branco e tentar criar um fundo de papel alumínio no estilo El Bokeh Wall.

Caso você tenha interesse em adquirir também, saiba que encontrei o par de luzinhas para comprar por R$8,90 no Mercado Livre.

Equipamento usado:

Espero que tenha gostado e se tiver alguma dúvida, pode deixar um comentário.

Vai ser um prazer responder. 🙂

Praticando Stand Up Paddle em Balneário Camboriú

Hoje fizemos Stand up pela primeira vez. Detalhe, não teve nada a ver com comédia.

Chegamos cedinho na praia e demos muita sorte. O mar estava com poucas ondas e vento fraco, condições ideais para quem está aprendendo. Alugamos as pranchas com o pessoal da Surfe Escola BC, recebemos as instruções e fomos pro mar!

A verdade é que Karin​ não gostou muito da ideia no começo, mas minha insistência fez ela topar. O curioso é que de nós dois ela é a fera na água… Não consigo sequer boiar.

karin
Tomamos muitos tombos. Eu muito mais do que ela, talvez por causa da minha altura.

Fico porém com a lembrança de remar e me ver flutuando bem longe da praia. Deitado em cima da prancha, virado pra cima, observava de lado a água e a praia. E de longe o barulho do tumulto de pessoas e carros não existia mais. Quanta paz…

Coisa boa é começar o ano com experiências novas! Obrigado, Deus!

Meta para 2016: lutar contra o stress e ansiedade

Assim com muita gente pelo mundo a fora, uma de minhas metas para 2016 é cuidar mais da minha saúde.

Quando faço uma retrospectiva, fico muito feliz em ver que consegui alcançar boa parte daquilo que havia estabelecido como objetivo para 2015, principalmente no âmbito profissional.

Porém isso teve um alto custo. Nunca me vi tão estressado e ansioso quanto nos últimos meses. A coisa foi tão grave que cheguei ao ponto de chegar a ter ataques de pânico!

Tenho pra mim que esse período dos 30 aos 40 anos de idade é a fase que tenho para trabalhar pesado. Provavelmente não vou ter por muito tempo essa combinação perfeita entre saúde/energia + expertise (conhecimento especializado somado à experiência)!

E pelo visto é aí que mora o perigo! Observando o pessoal da minha idade, vejo que três inimigos tiram nossa paz: estresse, ansiedade e depressão.

Faz poucos dias que comecei a fazer os exercícios em vídeo da DailyBurn e já posso sentir os resultados. Teve dia em que no meio dos exercícios a cabeça parecia começar a funcionar melhor, como se os pensamentos estivessem mais claros de uma hora para outra.

Além do lado físico da coisa, é tão ou mais essencial que a gente considere o lado espiritual da luta. Como antídoto pra ansiedade, nada melhor do que voltar à Bíblia.

Concluo com o seguinte raciocínio: se por um lado sei que tenho que fazer minha parte, e trabalhar, usando os recursos que Deus me deu pra cuidar da família, por outro, não posso me esquecer das palavras de Jesus, que podemos ler em Mateus 6:24-34 (NVI):

“Ninguém pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro”.

“Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa?

Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas?

Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?

“Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem.

Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles.

Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé?

Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer? ’ ou ‘que vamos beber? ’ ou ‘que vamos vestir? ’

Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas.

Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.

Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal”.

Que 2016 seja um ano de mais paz e confiança em Deus. É isso que desejo pra mim e pra todo mundo que estiver lendo.